Cliques: Eleições, Participação Popular, Negritude

Sempre tem aqueles textos interessante que lemos ao longo semana, especialmente no tempo livre do final de semana, e que gostaríamos de indicar para todas as pessoas do nosso círculo social. Na primeira semana pós-eleições, uma enxurrada de compartilhamentos inundou a minha timeline no Facebook. A maioria, links que fizeram valer à pena cada click. No final de semana, saindo um pouco do assunto central de Política, outra dezena de links ficaram gravados em meu histórico.

Por isso, decidi voltar ao blog publicando (primeiro) essa indicação links, entre textos e vídeos selecionados na primeira semana pós-eleições. Nessa segunda semana, outros já surgiram e nessa nova, outros surgirão para compartilhar. Ah, a principal fonte dessa seleção foi um dos meus sites preferidos, o Geledés.

Clica e confere! 

Por um país melhor para todas e todos, o meu luto é e sempre será só verde e amarelo!  Avante!

O dia depois de amanhã“Eu sou de uma terra que o povo padece

Mas não esmorece e procura vencer.

Da terra querida, que a linda cabocla

De riso na boca zomba no sofrer

Não nego meu sangue, não nego meu nome

Olho para a fome, pergunto o que há?

Eu sou brasileiro, filho do Nordeste

Sou cabra da Peste!”.

(Patativa do Assaré)

1. A luta pela Reforma Política

a. O que é o Plebiscito Popular pela Constituinte?

b. As diferenças entre plebiscito e referendo

No referendo a população irá apenas dizer sim ou não à proposta feita pelo parlamento. A população não tem uma participação direta na construção da reforma política. O referendo só cabe para algo que já existe” Aloizio Mercadante, ministro da Educação

c. Plebiscito ou referendo? O importante é uma assembleia contituinte

d. Na contramão da sociedade civil, oposição derruba Política de Participação Social 

2. O dia depois de amanhã

Mas diferentemente do que se pode imaginar, ao invés de um discurso rancoroso, eu apenas espero acordar em um mundo tal como no final do “dia depois de amanhã”. Onde mesmo depois de um dia quase apocalíptico como foi essa segunda feira, haja espaço para um novo começo; onde as divergências fomentem a construção de um Brasil melhor, onde respeito coexista independentemente do espaço geográfico por você ocupado; onde, principalmente, a construção de uma sociedade livre, justa e solidária deixe de ser encarada como uma mera norma programática e passe a ser o combustível para que cada brasileiro ocupe os espaços existentes, atuando na condução e gestão da vida pública.

3. Sabedoria indígena: O Silêncio, por Kent Nerburn

4. O preconceito versus a liberdade do Bolsa Família

5. Somos as netas de todas as bruxas que vocês não conseguiram queimar 

Hoje, depois de saber tudo isso, penso que devemos continuar. Ser feminista hoje em dia ainda significa confrontar os dogmas patriarcais da sociedade. E, sendo feministas, devemos ter orgulho da luta de todas as mulheres, da força de todas elas, e afirmar: somos, sim, as netas de todas as bruxas que vocês não conseguiram queimar. E seguiremos em frente.

6. Hoje nasci negro

7. Linda. Como você é linda!

8. Eu tenha uma revelação a fazer: “Talvez você nunca tenha amado” (vídeo)

9. Como desestabilizar uma nação, Chicken Little (1943) (animação)

10. Tim Cook, CEO da Apple, diz ter “orgulho de ser gay”

Quem consegue arriscar na leitura do inglês, aproveita para conferir o artigo completo publicado por Tim Cook no jornal Bloomberg Businessweek, o chamado “I’m Proud To Be Gay”. Vale muito à pena!

E vocês já leram algum desses textos? O que acharam?

Ilustração, inspiração e poesia: as páginas que você precisa conhecer e admirar

É inspirador quando a gente abre o Facebook e encontra um feed de notícias com quadrinhos, ilustrações e imagens cheias de poesia, humor, sentimentos e cores. É como se realmente enxergássemos nosso coração em determinadas imagens. O poder que elas conseguem ter de nos tocar é mágico! Dessa forma, inúmeros artistas usam páginas no Facebook para divulgar suas produções e acabam conquistando milhares de admiradores dos seus traços e pensamentos.

Por isso, decidi reunir nessa postagem páginas no Facebook que fazem um trabalho lindo ao divulgarem sua arte. Sete páginas que merecem ser conhecidas, compartilhadas e divulgadas sem parar, porque podem mudar de alguma forma o dia de alguém e abrem caminho pra gente conhecer o trabalho de outras dezenas de artistas talentosos e cheios de amor por seu trabalho. Artistas que deixam sim o nosso dia mais um pouco mais bonito com uma dose da sua arte.

Mulheres Nos Quadrinhos

A primeira indicação é de um projeto que acabei de conhecer e virei admiradora! Mulheres Nos Quadrinhos é uma página criada em setembro de 2012, onde divulga, descobre, incentiva e apoia o trabalho feminino. Conheci o projeto através de uma  indicação da página Traçando – a quinta indicação especial dessa postagem – e através das ilustrações reunidas na página do MNQ conheci outros trabalhos encantadores.

Há também um site reservado para divulgar a ideia de transformar publicações da página Mulheres Nos Quadrinhos em duas versões impressas de uma HQ. Essas HQ’s reúnem produções exclusivas de 24 das meninas e menino que tem seus quadrinhos divulgadas pela página da MNQ dentro de kits com vários brindes. Você pode conhecer melhor a história dessas garotas, que nem eu fiz, e obter o link direto para suas páginas através desse site. Ah, e claro, além disso, pode conferir o que tem em cada kit e fazer o pedido do seu, já que ele só pode ser feito sob encomenda e dentro de um tempo limitado.

Abaixo tem uma imagem de cinco das meninas/grupos que participam do projeto. Com certeza você já deve conhecer o trabalho de alguma delas! As ilustrações são umas mais bonitas do que as outras, com traços únicos de garotas talentosas e propostas incríveis. É de apaixonar e, apesar de ter as minhas preferidas, é difícil escolher e postar aqui as que mais gostei. Porém, decidi pegar pelo menos três delas e divulgar abaixo, na segunda, terceira e quarta posições.

 re.começo-esseponto-cego-quadrinho amdanda-draft

pockets-comics-essetiras-matraquinas

02 Anna Bolenna – A perturbada da corte

A Anna Bolanna – A perturbada da corte é uma página toda colorida, divertida e cheia de sinceridades. Os quadrinhos da Bianca com a sua personagem Anna Bolanna estão sendo cada vez mais compartilhadas no Facebook dada a sua originalidade e humor – só pelo título da página e da personagem já dá pra perceber, né? As ilustrações abordam temáticas cotidianas e delicadas, em uma mistura de poesia e crônica em forma de quadrinhos. Além disso, ela é bem atualizada, então você sempre vai encontrar novidades da Anna!

ana-bolenna- a perurbada da corteannaaaa-bolennaanna-bolenna outro

03 Pockets Comix

A última imagem da seleção acima do Mulheres Nos Quadrinhos – e uma das quais super me identifiquei -, é uma das que encontrei no perfil onde são postadas as ilustrações da Pockets Comix. Essas ilustrações são feitas pelo Renato Lima, que sempre admirou as mulheres e as sutilezas do universo feminino. Clica no perfil da Pockets Comics para conferir a delicadeza e a verdade com que o Renato soube captar os elementos e as formas do nosso universo para transformar em traços, frases e quadrinhos sobre o ser mulher – de dentro pra fora, de fora pra dentro.

 pockets-comics-2 pockets-comics

04 Re.começo

A terceira das páginas escolhidas para serem indicadas entre as descobertas no Mulheres Nos Quadrinhos é a Re.começo, da Andressa Munhoz. A página do Re.começo ainda não tem tantas ilustrações disponíveis quanto as demais, mas as que foram postadas e a gente pode conferir no álbum da página são lindas e delicadas com fundo aquarelado, acompanhando frases tão delicadas quanto. Para quem também gostou, é só curtir a página agora e ficar atenta(o) nas próximas divulgações.

Re.começore.começo-1Re.começo-2

05 Traçando

Traçando é uma daquelas páginas que a gente conhece quando vai fuçar os cliques dos amigos, acaba gostando e curtindo também. Ah, e claro, divulgando para mais gente ter a oportunidade de conhecer! Posso garantir que os traços e pensamentos encontrados no Traçando são uma lindeza que vale a pena conferir. O mais bacana foi descobrir que a ilustradora, Juliana Pina, além de minha conterrânea, é minha colega de universidade. Na página, a Juliana, estudante de Artes e talentosa, divulga a sua arte e fez questão de indicar outros projetos incríveis também. Foi através de um link na página do Traçando que conheci o projeto Mulheres Nos Quadrinhos e me encantei! Na página, além da ilustrações, ela divulga também a arte que faz em camisas e caixinhas. Confira!

traçando traçando-2traçando-4

06 Pó de Lua

Poesia desenhada para diminuir a gravidade das coisas, é assim que a Clarice Freire apresenta a página do Pó de Lua – que agora também virou livro em pré-venda pela Editora Intrínseca. Pó de Lua é uma das páginas com traços e pensamentos mais conhecidos do Facebook! É delicioso ler e ver as produções da Clarice. A gente pode ficar uma hora inteirinha passando imagem por imagem do álbum da página, enquanto se cobre da delicadeza da sua poesia. É uma daquelas páginas que vale a pena seguir, compartilhar, marcar amigos e comprar o livro para guardar pra você.

Blog | Instagram | Livro

Clarice-freire-po-de-luapo-de-lua-clarice

07 Eu Me Chamo Antônio

Eu me chamo Antônio é uma página que também ficou bastante popular no Facebook e acabou se tornando livro pela Editora Intrínseca.  A originalidade do Pedro Gabriel fica evidente pelo detalhe das suas produções não serem em folhas de desenho mas feitas na superfície de guardanapos.  Além disso, ele se restringe ao p&b, preto da caneta de desenho e ao branco-gelo dos guardanapos. Ah, ainda tem futuros cadernos artesanais (coloridos) na área, com capas divulgadas recentemente na sua página, bottons, ecobags e camisas (futuros também), e a novidade do case de madeira (lindo) para celular pela Pau Brasil. Quer saber quem é o Antônio? Antônio é um personagem de um romance que está sendo escrito, vivido. 

 Blog | InstagramLivro

eu-me-chamo-antonio-2 eu-me-chamo-antonio

Esperam que vocês tenham se apaixonado por essas ilustrações, assim como eu. Então, diz aí, quais vocês mais gostaram? Já estão curtindo alguma dessas páginas ou conheciam o trabalho de algum desses artistas espalhado pelo Facebook? Deixe seu comentário 🙂

Quando literatura vira festa: Flica!

Para tristeza dos amantes da literatura, a primeira edição da Flipelô – Festa Literária Internacional do Pelourinho -, divulgada e agendada para acontecer em Salvador no mês de agosto, foi cancelada por falta de investimentos e agora esperamos pela divulgação de uma nova data.Flica-cachoeira-2014

Enquanto esperamos ansiosas pelas próximas notícias, outra festa literária aguardadíssima pelos baianos a 110km de Salvador é a Flica – Festa Literária Internacional de Cachoeira. Quem participou das edições anteriores, afirma todo o encanto do evento, que cresce cada vez mais e merecidamente, cuja programação, além da literatura, é colorida também com muita música entre a arquitetura e a cultura cachoeirense.

Em 2014, a Flica terá a sua quarta edição de 29 de Outubro a 02 de Novembro onde a homenageada da vez será a escritora e Iyalorixá do Ilê Opô Afonjá, Mãe Stella. Em sua última edição no ano passado, a Flica recebeu cerca de 30 mil pessoas, entre cachoeirenses e turistas, para acompanhar as atividades da programação. Além disso, graças aos patrocinadores e apoiadores do evento, não é cobrado acesso às mesas de debates da festa para os participantes.

Ficou com vontade de participar dessa festa literária? Eu sinceramente nem posso esconder meu desejo. Nunca participei de uma festa literária antes e, como boa soteropolitana apaixonada por literatura, estava me programando para a Flipelô que, infelizmente, foi cancelada. Quem sabe a gente não acaba se esbarrando entre as programações? Para quem ficou interessada ou interessado, o próximo passo agora é se programar para garantir presença. Para os não cachoeirenses, ainda tem a hospedagem, o transporte e os gastos da estada a serem pesquisados e planejados. Aproveita para convidar os amigos e familiares, além da possibilidade dos gastos serem menores, com certeza a viagem será mais divertida e curtir a programação na companhia deles, tornará a experiência ainda mais especial.

Flica-cachoeira-bahia

No site do oficial do evento, podemos encontrar uma lista de pousadas, hotéis, hostels, campings para entrar em contato e se informar sobre os valores da hospedagem durante a festa. Quem mora em Salvador, podem economizar com as opções de transporte, ao contrário daqueles que moram em cidades ou estados mais distantes e precisem pagar aéreo. Para ficar por dentro das próximas notícias e mesas confirmadas, curta a página da Flica no Facebook.

 

E você, já participou de outras edições da Flica ou de outra festa literária? Compartilha com a gente.